Posted by: Simone Talarico Ross | August 6, 2007

Sistema de Saúde III – Vocabulário

Prá começar a falar dos diferentes planos de saúde americanos, há algumas expressões que são cruciais que você entenda, porque elas são parte importante da estrutura desses planos aqui nos EUA, e muitas delas nem existem no Brasil. Por isso, desculpem se não vou traduzí-las todas para o português, mas muitas nem sei se existem aí.

Premium: é como é chamada aqui a mensalidade. Eles chamam monthly premium se você paga seu plano mensalmente, mas você geralmente tem a opção de pagar trimestralmente (quaterly), semestralmente (semi-anually) ou até anulamente (anually) e na maioria das vezes nessa última opção eles dão um desconto que pode ser igual a um mês de mensalidade.

Deductible: esse é o montante que você deve pagar antes que a companhia de seguro comece a pagar junto com você, pela maioria dos serviços, em muitos casos. Geralmente eles são anuais, o que leva o plano a ter um custo maior, caso você precise utilizá-lo. Você escolhe qual é o deductible que quer, e sua mensalidade vai depender, em grande parte, do deductible que você escolher.

Co-pays: no Brasil temos planos que funcionam assim. Você tem um preço fixo que você paga para visitas ao médico, por exemplo, e geralmente, o plano paga o restante do preço da consulta. Claro que há um máximo que a companhia vai pagar por cada consulta, mas geralmente cobre o preço que é combinado entre os dois.

Network: é a rede, literalmente, de profissionais, hospitais, clínicas e laboratórios, que fazem parte do seu plano. Você pode estar in network ou out of network em alguns planos, e sua posição pode determinar qual a porcentagem que o plano é responsável a cobrir neste casos.

MIB (MEDICAL INFORMATION BUREAU): essa agência, aqui, guarda informações de todas as pessoas que tenham passado por um médico, uma sala de emergência ou um hospital, no país. Ou seja, se você vai ao médico e ele dá seu diagnóstico dizendo que você tem pressão alta, essa informação fica na sua ficha e segue para essa agência. Quando você se candidata a um plano de saúde, eles vão checar seus antecedentes com essa agência – geralmente eles pagam pra ter essa informação. Ou seja, não adianta tentar esconder nada, porque eles vão achar. E claro que esse tipo de informação so pode ser divulgada porque, na papelada na qual você solicita entrar no plano, há um papel em que você autoriza a companhia a verificar sua informação junto ao MIB.

Underwriting: essa é uma parte do processo no qual, após sua solicitação para adquirir o plano, a companhia vai verificar se você será aceito ou não. Incluído aí está a verificação dos seus antecedentes médicos junto ao MIB e, em algumas companhias, também há a verificação da sua história de crédito (um assunto para um outro post!). Dependendo de seu histórico, e se toda a papelada estiver correta, pode levar de uma semana a até dois meses para você ser aprovado ou não! Algumas companhias, ou dependendo de sua história de saúde, solicitam um APS (Attending Physician’s Statement) – que é uma carta do seu médico – ou até mesmo uma consulta com um médico fornecido pela companhia.

Pre-existing conditions: essas são as informações relacionadas a qualquer tipo de problema de saúde que você tenha tido no passado. Algumas podem fazer com que você seja uninsurable, que é outra expressão que literalmente quer dizer que você não pode ser coberto por aquela companhia. Realmente vai depender de cada plano, companhia de seguro e situação em que você está adquirindo seu plano, prá determinar se você é uninsured ou não por causa de certo hisórico de saúde. Algumas condições consideradas pre-exisiting conditions em que você poderia ser declined (negado pela companhia) são caso voce tenha sido diagnosticado com: infarto do coração, transplante de grandes órgãos, AIDS, Arterioesclerosis, Cirrose, Hemofilia, Acidente Vascular Cerebral.

Riders: não sei como traduzir isto ao pé da letra, mas estes são benefícios adcionais ao plano básico que a companhia oferece. Esteja atento a este plano básico e o que ele oferece para saber quais os riders que você precsa adcionar, ou não, para ter um plano que realmente atenda as suas necessidades.

Acho que essas são informações básicas e essenciais pra você ter quando estiver procurando um plano de saúde que se ajuste ao que você precisa e ao que você pode gastar por ano. Caso tenha me escapado alguma, não se intimide a perguntar!!! No próximo post ainda dou mais dicas do que você deve pesquisar e perguntar, antes de adquirir um plano de saúde aqui. Ainda vou falar das diferenças, vantagens e desvantagens, entre planos individuais e em grupo!

A cada post sobre o Sistema de Saúde americano, eu pretendo colocar um vídeo com a história de algumas pessoas que tenham passado por algumas experiêencias dolorosas com seus planos. Por enquanto, os que tenho achado sãao com Michael Moore, porque antes de fazer o filme Sicko, parece que ele fez uma extensa pesquisa sobre o assunto e tem histórias sobrando!!! Esse que coloco aqui hoje ée um pouco grande mas vale a pena assistir até o final!


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: