Posted by: Simone Talarico Ross | August 15, 2007

Animais = coisas

Quem me conhece sabe: sou uma apaixonada pela natureza, principalmente por sua fauna. Sou do tipo que se sente culpada porque estamos invadindo os espaços que eram anteriormente de animais e estamos pagando por isso.

Aqui onde moro, próximo à locais onde ainda há resquícios de alguma floresta, é comum coiotes aparecerem nos quintais das pessoas. Em alguns estados, há ursos entrando nas casas à procura de comida! Prá mim, somente o desepero e a fome prá fazer com que esse animais corram esse tipo de risco, e nós somos responsáveis, em grande parte, por essas reações do mundo animal.

Mas a introdução foi mais prá falar sobre algo que me confundiu, aqui. O condado de Los Angeles acaba de aprovar uma regra de conduta (não sei se é bem esse o termo, mas é quase uma lei) que requer que todos os cachorros sejam esterilizados e neles sejam implantados um chip.

Eu já sabia que, por exemplo, hotéis prá cachorros só aceitam cães que sejam estéreis e dá prá entender. Imagine uma cadela no cio no meio de um monte de cachorros desesperados!!! Também há lei que requer que você só passeie com seu cão se ele estiver na coleira. Totalmente compreensível também. E outras que cobrem a responsabilidade do dono em coletar os cocozinhos de seus cães. Faz sentido, não?

Mas, a discussão aqui é sobre os direitos “da propriedade privada”: será que essa lei não afeta um pouco a privacidade do dono em relação ao objeto possuído? – sim, porque animais domésticos são considerados posses – tanto aqui, como no Brasil. O que você acha? E eu fico pensando, se esterilizássemos todos os cães, não haveria mais cães!!!!

Mas, a lei, que pretende diminuir o número de animais que são eutanizados todo ano nos abrigos do condado, não inclui todos os cães. Aqueles utilizados em serviços de agências policiais, os que têm certificado para serem cães serviçais (acho que aí incluem-se os usados por pessoas com alguma deficiência) e os que são de pura raça, registrados em clubes, estão excluídos. Espera aí, eu achei que a idéia era diminuir o número de animais abandonados, não é isso? Uma das razões da existência de se ter animal prá tudo que é lado, é a procriação indiscriminada de pessoas que se dizem “criadores”, e que na verdade só querem saber de faturar com o parto alheio!!!!

Alguém com a mente aberta – considero a minha fechada para o assunto, uma vez que tenho minha emoção totalmente envolvida no caso – pode me explicar onde eu me perdi???


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: