Posted by: Simone Talarico Ross | August 21, 2007

Cotidiano e blogagem coletiva

Desculpem meu desaparecimento, mas tanta coisa anda acontecendo por aqui que não tenho tido tempo de parar e organizar o pensamento para escrever um post interessante. A semana passada foi uma loucura por causa da bolsa americana despencando e, como eu estou tentando aprender um pouco sobre a economia e sistema financeiro daqui, não somente na teoria, mas no cotidiano das pessoas, nao podia perder essa fase por nada! Como aqui todo mundo investe em mercado de ações, mesmo que seja só um pouquinho, o impacto e extenso, os papos giram em torno disso e é preciso estar atento pra não se perder muito, ou o pouco que se tem.

Além disso era a última semana de férias escolares de verão – o maior período de férias que se tem aqui – e tínhamos que nos preparar para o início das aulas, comprar material, roupa nova, essas coisas. Agora a vida volta ao normal, porque todo mundo fica meio no ar durante as férias de verão por aqui! É uma época que todo mundo espera, mas quando passa dá até um alivio!
Vou aproveitar esse post para algumas atualizações.
O primeiro é sobre a tragédia que aconteceu em Minesota, no dia primeiro de agosto, que falei aqui. O corpo da última vitima que ainda estava desaparecida, Gregory Jolstad, de 45 anos, foi encontrado na última segunda-feira, finalizando o número de vítimas fatais do colapso da ponte I-35, para 13. Pelo menos aqui, parece que a memória não é curta: inspeções estão sendo feitas em pontes de todo o país e o acontecimento parece ter aumentado a preocupação com construções mais antigas. Se isso vai trazer alguma ação “concreta” só o tempo dirá. Vou acompanhar este caso pra constatar a eficiência americana – ou não!

O outro é sobre a blogagem coletiva, proposta pela Veridiana, do 30 & alguns, para lembrarmos o acidente de Congonhas, que comentei aqui e aqui. Infelizmente não pude postar no dia exato, 17 de agosto, mas não quero deixar de falar no assunto. A reação das autoridades brasileiras não me agradou muito, principalmente porque, ao invés de utilizarem o momento para a correção de erros passados e utilizar a lição para tentar não cometer erros futuros, ficou todo mundo tentando apontar o dedo, passando a responsabilidade como uma batata quente. Reação tipicamente brasileira, não? Nesse site você pode ficar por dentro do “empurra-empurra”: juíza diz que foi enganada com documento falso, que dizia que a pista estava segura para ser liberada para qualquer vôo; o Ministério da Defesa vai abrir processo contra a ANAC (Agência Nacional de Aviacao Civil) porque alguns de seus integrantes estariam envolvidos na utilização de um documento inexistente (que a juíza diz ter recebido) que serviu de base para que a Justiça Federal (a juíza!) autorizasse o pouso de aviões no aeroporto de Congonhas; enfim todas as ações apontam para a descoberta dos responsáveis pela tragédia, o que e imprescindível, mas não vejo nada sobre atitudes para efetivamente evitarem esse tipo de acidente. Alguem aí sabe de alguma ação concreta com relação à pista de Congonhas?

Uma última atualização: na série que vinha falando sobre o sistema de saúde americano, estava sempre colocando vídeos que encontrava no You Tube de pessoas relatando suas histórias – tristes – que viveram com planos de saúde daqui. Infelizmente, acho que os vídeos estavam pesando muito na página e atrapalhava a leitura do blog, então resolvi tirá-los, mas eles podem ser encontrados no You Tube com facilidade – é só colocar, na barra de busca: Michael Moore, Sicko, Re.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: