Posted by: Simone Talarico Ross | December 24, 2008

Papai Noel existe!

Coloquei abaixo um clássico editorial, não assinado, publicado primeiramente em 21 de setembro de 1897, no jornal New York Sun. No texto, um jornalista veterano respondeu a uma carta de uma criança que pergunta a respeito da existência de Papai Noel.

Essa história é bem famosa por aqui e, muitas vezes as pessoas até hoje usam a expressão “Sim, Virgínia, Papai Noel existe”, quando alguém duvida de alguma coisa que parece inacreditável.

” CARO EDITOR: Eu tenho 8 anos. Alguns dos meus amiguinhos me dizem que Papai Noel não existe. Meu papai diz, “Se você vê no SUN (o jornal) então é verdade. Diga-me por favor a verdade, Papai Noel existe?
Virgínia O’ Hanlon

VIRGÍNIA, seus amiguinhos estão errados. Eles foram afetados pelo cepticismo de uma idade céptica. Não acreditam exceto no que eles vêem. Pensam que nada pode existir a não ser o que é compreensível por suas mentes pequenas. Todas as mentes, Virgínia, quer sejam dos homens ou de crianças, são pequenas. Neste nosso grande universo, o homem é um mero inseto, uma formiga, em seu intelecto, em comparação ao mundo ilimitado sobre ele, se medido pela inteligência capaz de agarrar o todo da verdade e do conhecimento.

Sim, VIRGÍNIA, Papai Noel existe. Existe tão certamente como o amor e a generosidade e a devoção existem, e você sabe que eles abundam e dão à sua vida as suas belezas e alegrias mais elevadas. Como seria aborrecido o mundo se não existisse nenhum Papai Noel! Seria tão aborrecido quanto se não existisse nenhuma VIRGINIA. Não haveria nenhuma fé infantil então, nenhuma poesia, nenhum romance para fazer tolerável esta existência. Nós não teríamos nenhum prazer, a não ser no sentido e na visão. A luz eterna com que a infância enche o mundo seria extinguida.

Não acreditar em Papai Noel! Você pode também não acreditar em fadas! Você pode conseguir que seu papai empregue homens para prestar atenção em todas as chaminés na Noite de Natal para pegar Papai Noel, mas mesmo se eles não vissem Papai Noel descer, o que isso provaria? Ninguém vê Papai Noel, mas isso não é um sinal de que não há nenhum Papai Noel. As coisas mais autênticas no mundo são aquelas que nem as crianças nem os homens podem ver. Você já viu fadas dançar no gramado? Naturalmente não, mas isso não é prova de que elas não estão lá. Ninguém pode conceber ou imaginar todas as maravilhas que existem e que são despercebidas ou invisíveis no mundo.

Você pode destruir o chocalho de um bebê e ver o que faz o ruído lá dentro, mas há um véu que cobre o mundo invisível que mesmo o homem mais forte, ou melhor, nem mesmo a força unida de todos os homens mais fortes que viveram, nunca poderia revelar. Somente a fé, a fantasia, a poesia, o amor, o romance, podem puxar de lado essa cortina e mostrar a beleza e a glória divinas. Isso é real? Ah, VIRGÍNIA, em todo este mundo não há nada mais real e permanente. Nenhum Papai Noel! Graças a Deus, ele vive, e vive para sempre. Em mil anos, Virgínia, não, em dez vezes dez mil anos, ele continuará a fazer contente o coração infantil.

Boas festas à todos!


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: