Posted by: Simone Talarico Ross | September 28, 2009

Seriados americanos – segunda-feira, House

Dr House

Seriado aqui nos EUA é uma febre comparável, para mim, com as novelas brasileiras. Mas nem de longe os enredos e produções são tão simplistas e dicotômicas como estas.

 Tem seriado americano para tudo quanto é gosto, disposição intelectual, preguiça cultural ou diversão proposital. Acho que todas elas já passam no Brasil, pelo menos nos canais a cabo. Mas aqui, os canais de TV abertas detém a maioria delas.

E geralmente eles começam as novas temporadas no outono – estação atual no hemisfério norte – e na primavera. Então fica todo mundo esperando, ansiosos para ver os novos episódios das séries prediletas. Semana  passada foi a semana de estréias da maioria e ficamos loucos porque algumas coincidem horários em canais diferentes – nada que a internet não resolva!

Cada dia da semana vou dar o meu humilde parecer sobre essas estréias. Embora não pretenda aqui fazer nenhuma crítica de alto nível, darei minha opinião, farei resuminhos do capítulo de estréia, tentando não passar muita informação ao ponto de estragar o prazer de alguma surpresa – ou seja fazer revelações sobre o enredo ou, como se diz, trazer spoilers

Segunda-feira é dia de House. Gosto dessa série desde que começou, em 2004.  A premissa de ter um médico honesto – Gregory House (Hugh Laurie) –  ao ponto de ser grosseiro, mas super-ultra-mega competente, faz bem num mundo onde a medicina já deixou de ser “para o bem do doente”, como queria Hipócrates. E as similaridades com Sherlock Homes também divertem: os dois são gênios da medicina legal, músicos, usuários de drogas, arredios, e nem um pouco amigáveis, misantropos eu diria. E as discussões em torno de certos comportamentos que ele apresenta são frescas, novas. Gosto muito.

O dia de estréia dessa temporada teve 2 horas de duração, com o enredo todo em torno da luta interna do personagem de Laurie na clínica na qual ele havia se internado no final da temporada passada (para quem perdeu, Dr. House começou a ter visões que achou que provinham do uso discriminado do opiáceo Vicodin e decidiu se internar voluntariamente).

Adorei o psicólogo que conversava com ele e todos os dramas dos outros pacientes sendo desvendados. A edição foi uma surpresa, as imagens fortes. O chato é que House está no canal da FOX às 8 da noite, mesmo horário da série Heroes, que também gosto, mas não vi. Vou ter que achar um tempinho para assistir essa na internet.

Uma completa descrição da série você encontra no site  Wikipedia.

Há também uma série que só teve uma temporada chamada “Lie to me” – Minta para mim, com o ator Tim Roth. O calendário da Fox diz que será exibida às segundas-feiras, depois de House, às 9 da noite. Mas o capítulo de estréia dessa temporada vai ser exibida hoje à noite, então amanhã falo sobre essa série.


Responses

  1. Gostei do site, é novo para mim, sucesso!!!
    Mas, necessito descobrir qual é o nome do título da série americana, que passava no Brasil na época do ataque às torres gêmeas em New York, onde atuavam policiais, bombeiros e paramédicos. Eu sei que começava com anjos, talvez seja anjos da guarda ou da vida, não consegui descobrir em nenhum site de seriados.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: